Grupo Regojo oferece máscaras à Sociedade Espanhola de Beneficência e à CCILE

Actualidad Economia ibérica maio 2020

Actualidad Economia ibérica maio 2020 ( mensal ) | N.º 275

O grupo Regojo, numa ação de solidariedade, ofereceu à Sociedade Espanhola de Beneficência, sedeada em Lisboa, e à Câmara de Comércio e Indústria Luso-Espanhola um lote de máscaras de proteção.

Desde o início de março, no sentido de dar resposta às necessidades do mercado, as Confeções Regojo Velasco desenvolveram e começaram a fabricar máscaras reutilizáveis em tecido 100% algodão, tendo em conta a importância da sua utilização e a possibilidade de obrigatoriedade da utilização das mesmas

A CRVmask produzida pela empresa é designada como uma máscara de “uso social, proteção de grupo” de nível 3, e distingue-se por oferecer uma boa proteção, ao ter três camadas em 100% algodão: duas exteriores em tecido popelina e uma interior em tecido de dobby, ser ergonómica, confortável e resistente à lavagem a altas temperaturas.

Acresce que, sendo reutilizável, esta máscara oferece um benefício económico para as pessoas e um menor impacto no ambiente.

Estas máscaras encontram-se em fase de ensaios pelo Citeve e seguem a recomendação recentemente publicada pela AFNOR, SPEC-S76-007.

A responsabilidade social é uma marca muito forte na família Regojo que desde a sua fundação, há mais de cem anos, tem concedido diversos apoios aos mais carenciados, sobretudo nos PALOP.

Além da Sociedade Espanhola de Beneficência, o grupo Regojo tem ajudado diversas outras instituições de apoio à terceira idade.

Deixe um comentário